Agoraaté 22h

Museu das Ilusões

Exposição de Ilusão de Ótica

O Museu das Ilusões traz pela primeira vez ao Brasil, 50 atrações divertidas e que intrigam o público e a lógica. Inspirado nos principais museus de ciências e de ilusão de ótica do mundo, museus com temática similar são o maior sucesso na Europa e EUA.  O Museu das Ilusões, único do gênero na América Latina, permanece até dia 13 de outubro na cidade, no Parque Dom Pedro Shopping.

O museu foi lançado em Campinas para depois percorrer as demais capitais do País, entre outras cidades, que estão programadas para receber a exposição itinerante. Além de entreter o público com momentos fora da realidade, de forma lúdica, interativa e divertida, o museu traz conhecimentos sobre ilusões visuais, mensagens subliminares e a relação entre tempo, espaço e consciência.

A atração é uma ótima pedida para a programação de férias e volta às aulas, com espaços instagramáveis, ambientes incríveis para fotografar e filmar e situações que parecem impossíveis. Indicado também para escolas, estudos do meio e até mesmo para estudos de neurociência, a exposição é antes de tudo um passeio divertido para brincar com a mente.

Ilusões de ótica

Uma escola de pensamento sugere que algumas ilusões destacam a maneira como o cérebro tenta constantemente e de forma rápida prever o que vai acontecer. Tentamos prever o futuro para compensar o pequeno atraso entre um evento e nossa percepção consciente dele. A luz dessas palavras que você está lendo tem que chegar ao seu olho, antes que um sinal viaje para o cérebro para ser processado – isso leva tempo, o que significa que o mundo que você percebe é ligeiramente no passado. Acredita-se que o cérebro pode fazer previsões sobre o ambiente ao seu redor para tentar perceber o presente, por isso a ilusão de ótica causa desafios e diversão em nossa mente.

Os criadores do evento

A curadoria do Museu das Ilusões é do físico e professor Julio Abdalla, curador da maior exposição científica itinerante do Brasil: ExperCiência e também diretor de uma rede de escolas. Interessado em museus de ciências e o despertar do conhecimento através da forma lúdica como estes espaços interagem, tem por hábito visitar os principais museus do gênero no mundo.

O projeto tem consultoria e desenvolvimento de Paulo Zimmermann, ex-executivo de Mídia, atualmente consultor e assessor de desenvolvimento de mercado e em projetos de entretenimento. Interessado em museus interativos e em entretenimento, também pesquisa e viaja em busca de experiências interessantes pelo país e exterior.

Conheça algumas atrações

TÚNEL VORTEX
“…e se o seu cérebro receber sinais conflitantes de seu corpo e dos seus sentidos?… Atravesse o túnel e comece a diversão”.

CASA INVERTIDA
“Faça belas poses, tire fotos, vire as imagens. Veja que cenas engraçadíssimas você produziu”.

SALA ANTI-GRAVIDADE
“Incline o corpo ereto e fotografe. Na foto, você parecerá um atleta ou dançarino profissional…Sente nas cadeiras e tente levantar-se, é pura diversão…encoste com o corpo reto na imagem e tente ficar imóvel”.

SALA DO INFINITO
“Entre nessa sala e faça uma viagem ao infinito”.

SALA DOS GIGANTES
“Pessoas que mudam de tamanho?…basta trocar de canto e fazer as fotos. De pequeno a gigante em alguns passos e uma foto”.

CADEIRAS CONFUSAS
“Quem senta e encosta com as pernas esticadas, em cima da cadeira grande, parece menor de quem se senta, na cadeira pequena. Fotografe e confira”.

CADEIRAS DA ILUSÃO
“Essa cadeira parece estranha? Na foto não. Um se senta na cadeira, outro faz pose na marcação e outro enquadra e faz a foto… você não vai acreditar, mas essa cadeira é incrível”.

EINSTEIN FACE A FACE
“Dr. Einstein se projeta para fora e nos segue para todos os lados. Será?”

Entre muitos quadros de ilusão gráfica e holografias, estão o Cubo Impossível, o Pavão Misterioso, o Buraco do Universo, uma Mandala inacreditável, que parece se movimentar para sempre, a Espiral que ora está para dentro, depois está para fora, os Caracois que o cérebro tenta processar e os pequenos e rápidos movimentos oculares são responsáveis por parte da ilusão. A experiência de  Hermann Grid, um dos exemplos mais clássicos de uma ilusão de ótica, onde a mente está sendo enganada para preencher algo que não existe.  Ou a Ebbinghaus que um objeto ao redor do item principal pode alterar nossa percepção sobre ele, ou o experimento de Jastrow, nomeado por Robert Jastrow em 1889, onde uma figura parece ser maior que a outra, embora sejam do mesmo tamanho. Ou mesmo Mulhher-Lyer, que parece ter comprimentos diferentes, mas não tem. As flechas em cada ponta estão enganando o cérebro para pensar que as linhas estão mais próximas ou mais distantes.

Outro quadro, intitulado Help, é encontrado em inúmeros livros de psicologia do mundo, os dois personagens dessa ilusão são do mesmo tamanho. Aqui o cérebro ajusta automaticamente as imagens. Estas são apenas algumas das ilusões propostas nesta exposição que fica até dia 13 de outubro em Campinas.

Livre para todas as idades

Acontecendo agora, até as 22h

De 25/07 a 13/10/19 - de segunda a sábado das 10h às 22h e domingos das 12h às 20h

R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia- entrada)
Descontos promocionais para grupos e famílias com três pessoas ou mais:
3 pessoas – R$ 60,00;
4 pessoas – R$ 80,00;  
5 pessoas – R$ 100,00;
6 pessoas – R$ 120,00.

Parque D. Pedro Shopping - Av. Guilherme Campos, 500 - Jd. Sta. Genebra

SAC 4003-7740

www.parquedpedro.com.br/

Os horários, preços e atrações podem ser alterados pelos organizadores sem prévio aviso.

Informar um problema nesta página

Há alguma informação incorreta ou incompleta nesta página?
Por favor, nos informe abaixo e faremos a correção o mais breve possível.

Página: Museu das Ilusões