Estação Cultura / Foto: Ferraresso

Campinas passa para a Fase Vermelha a partir desta segunda-feira (6)

Com a medida, a cidade volta a funcionar apenas com os serviços essenciais até nova avaliação

06/07/2020
Reabertura do comercio em Campinas
Foto: Gilson Machado | Prefeitura de Campinas

Campinas passa para a Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir desta segunda-feira (6), conforme determinação do governo do Estado de São Paulo. A medida foi anunciada pelo prefeito Jonas Donizette na última sexta-feira (3), durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Com a medida, o município volta a funcionar apenas com os serviços considerados essenciais. Dessa forma, volta a valer o que foi estabelecido no dia 21 de março, pelo decreto 20.782. A cidade permanecerá nesta Fase até nova avaliação.

Poderão funcionar na Fase Vermelha atividades essenciais como assistência à saúde (serviços médicos, hospitalares e de óticas), serviços de segurança privada e transporte de passageiros por táxi ou aplicativo. Além disso, também estão inclusos serviços de alimentação (restaurantes, bares e congêneres), por entrega (delivery) ou retirada (drive thru).

Templos religiosos poderão permanecer abertos, com 20% da capacidade. Contudo, maiores de 60 anos e pessoas com doenças prévias não devem ir. A recomendação é de que os cultos sejam virtuais.

O decreto com o detalhamento completo das atividades essenciais que podem funcionar a partir desta semana foi publicado em edição extraordinária no sábado (4 de julho), e pode ser conferido aqui.

Para quem descumprir as medidas, seja o de abrir ou não seguir as regras sanitárias, haverá multa de 400 UFICs, o que equivale a R$ 1.446,44. Em caso de reincidência, a multa dobra e na terceira autuação o estabelecimento é fechado enquanto durar a quarentena.

Fase Laranja

Durante a transmissão ao vivo, o prefeito também avisou que foi permitido pelo Estado que o comércio de rua e de shoppings poderão funcionar. Para as cidades que estiverem na Fase Laranja, o funcionamento acontece durante seis horas, em quatro dias da semana, de quarta-feira a sábado.

A Prefeitura de Campinas tem conversado com os comerciantes que atuam em lojas de rua e de shopping para definir os horários do comércio, quando for novamente permitido. Os lojistas do comércio de rua demonstraram interesse em abrir das 10h às 16h, e os de shopping, das 14h às 20h.

ir para o topo

Enviar