Estação Cultura / Foto: Ferraresso

Ocupe.Arte: Conexões adota programação online devido à quarentena

Mostra cultural foi criada com o objetivo de difundir a identidade cultural da RMC

Cultura
08/04/2020
Foto: Tomas Cajueiro | Ribeirinhos

O projeto de incentivo à cultura da RMC (Região Metropolitana de Campinas) Ocupe.Arte: Conexões transpôs suas atividades, que  aconteceriam no mês de abril, ao meio virtual, devido à pandemia do Coronavírus. A exposição física será remarcada para uma data posterior à quarentena.

O Ocupe.Arte: Conexões é uma mostra de artes que tem como propósito revolucionar o consumo de cultura no interior ao mesmo tempo que resgata nomes históricos da região por meio de métodos criativos e modernos. O evento é organizado pela Ocupe.Arte, projeto independente de Valinhos.

A iniciativa, que originalmente contaria com três exposições de arte nas cidades de Valinhos e Vinhedo, com uma série de dinâmicas realizadas durante a semana, como oficinas, visitas fotográficas e debates, devido ao surto da Covid-19 foi adaptada para atividades online para preencher a demanda de cultura da população na quarentena, que não pode visitar e frequentar museus, cinemas, concertos e exposições.

“A importância de manter o Ocupe.Arte online é a população ter na cultura aliados para enfrentar essa maré de notícias ruins. É uma maneira de romper o pessimismo que tem dominado o debate nacional nas últimas semanas”, reforça Tomás Cajueiro, co-criador do projeto.

Uma biblioteca virtual, com livros de arte e cultura gratuitos, está no ar no link www.ocupearte.com.br/biblioteca. Estão no catálogo as obras “Guia do Artista Visual”, de Cristina Tejo, e “Arte e Ruptura”, de Pedro Sussekind, entre outros. Em breve entrará também no site a série “Conversas”, um bate-papo com 15 artistas e empreendedores que foi produzido em 2019, além de vídeos-poemas de Má Ambar.

*Material oferecido pela Vira Comunicação

ir para o topo

Enviar