Estação Cultura / Foto: Ferraresso

Aplicativo e site para pedir os R$ 600 de auxílio emergencial é lançado

Benefício é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados

07/04/2020
Foto: Ilustrativa | Pixabay

Para ajudar no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus (covid-19), o Governo Federal lançou nesta terça-feira (7), os canais oficiais para acesso ao aplicativo, site e telefone do auxílio emergencial.

O benefício financeiro é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados. Aqueles que recebem Bolsa Família ou que estavam no Cadastro Único até o dia 20 de março não precisam se cadastrar pelo aplicativo, pois o pagamento será feito automaticamente.

Os participantes receberão um auxílio no valor de R$ 600,00 que será pago por três meses e para até duas pessoas da mesma família. No caso de famílias que a mulher é a única responsável pelas despesas, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

Para receber o auxílio, é necessário fazer a inscrição em um dos canais oficiais:

Site: https://auxilio.caixa.gov.br

Aplicativo para celulares Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Aplicativo para celulares IOS (Apple): https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

Depois de fazer o cadastro, o interessado pode acompanhar no próprio site ou aplicativo se vai receber o auxílio emergencial.

Requisitos para ter acesso ao auxílio emergencial

Para participar, o interessado deve cumprir, ao mesmo tempo, aos requisitos estabelecidos pelo Governo Federal.

É necessário ser maior de 18 anos de idade, não ter emprego formal e não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família.

O interessado também precisa ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00). O requisito de renda média deve ter cumprido até 20 de março de 2020.

Além disso, é preciso não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

Para mais informações, os trabalhadores podem tirar dúvidas sobre o benefício pelo telefone 111.

 

ir para o topo

Enviar