Visitas a museus online aumentam durante pandemia

Casa de Anne Frank e Museu Van Gogh estão entre as opções internacionais para tour virtual

Cultura
23/06/2020
Foto: Van Gogh Museum Amsterdam | Jan Kees Steenman

A busca por alternativas possíveis de entretenimento aumentou neste período de isolamento, de forma que muitas atividades tiveram que ser reinventadas. Exemplo disso são as visitas a museus online, que se tornaram opções durante a pandemia.

Só o museu Oscar Niemeyer (MON), um dos mais tradicionais de Curitiba, teve um aumento de 1.200% nas visitas online entre março e abril deste ano. A comparação é feita com o mesmo período em 2019.

Mas é possível ir ainda “mais longe” e até mesmo “visitar” acervos localizados em outros países sem sair de casa. Para quem quer conhecer novos lugares e períodos da história, o Museu Van Gogh e a Casa de Anne Frank são ótimas opções. Nos dois casos é possível realizar visitas online gratuitas, por meio da plataforma Google Arts & Culture.

As indicações são da Associação Cultural Brasil Holanda (ACBH), organização que preserva o patrimônio histórico artístico e cultural holandês e brasileiro.

Anne Frank House

A história de Anne Frank é contada e vivenciada na casa onde ela e a família se esconderam | Foto: Cris Toala Olivares

Para a secretária da ACBH, Katia Loman, a visita online a esses museus é uma ótima oportunidade para conhecer mais sobre a cultura holandesa, que também está presente no Brasil por meio das colônias.

“Um tour virtual a esses grandes museus pode ser uma experiência enriquecedora e de muito conhecimento neste período de isolamento. Além disso, é um motivador para planejar uma viagem para os Países Baixos e até mesmo para as colônias holandesas que ficam no Brasil quando a pandemia passar”, afirmou a secretária.

Sobre os museus

A Casa de Anne Frank abriga a história da garota judia que se tornou famosa pelo diário escrito durante a Segunda Guerra Mundial. O local é onde ela e a família se esconderam, entre 1942 e 1944.

Os relatos marcantes da jovem judia Anne Frank, além dos detalhes vividos por ela durante o nazismo, fazem parte do acervo disponível no museu. É estimado que a Casa de Anne Frank recebe mais de 1 milhão de pessoas por ano.

Fundado em junho de 1973, o Museu Van Gogh também é considerado um dos principais pontos turísticos de Amsterdã. O local abriga obras do pintor holandês Vincent Van Gogh (1853-1890), considerado um dos maiores artistas da pintura pós-impressionista. Van Gogh é autor de quadros famosos, como A Noite Estrelada (1889) e O Quarto (1888).

Mais opções de museus selecionados pela ACBH estão disponíveis no site (acesse aqui).

Fonte: Associação Cultural Brasil-Holanda (ACBH)

ir para o topo

Enviar